sábado, 5 de setembro de 2015

Desfile Cívico da Escola Municipal Chefe Leandro em alusão aos 193 anos de Independência do Brasil


Aconteceu na tarde de sexta-feira (04) na comunidade do Jerimum, um belíssimo Desfile Cívico em homenagem aos 193 anos de Independência do Brasil.

A Escola Municipal Chefe Leandro abordou o tema: “Consciência Negra”, destacando a luta pela liberdade e o legado deixado por àqueles que sustentaram a economia do Brasil por mais de 350 anos e ajudando a enriquecer nossa cultura.

E o  CRAS - Centro de Referência e Assistência Social "José Ferreira Gomes" trouxe às ruas o resultado do seu trabalho social.

Confira as imagens: 



O desfile foi puxado pela banda da eletiva de musica do Ginásio Experimental

As alunos desfilaram garbosamente pelas ruas principais da comunidade, apesar do sol causticante.


E ao passar em frente ao palanque, o Diretor Ronaldo Lins fazia  a apresentação.
Por quase quatrocentos anos cerca de cinco milhões de escravos foram trazidos da Africa para o Brasil. Eles foram explorados por longas jornadas de trabalho e maus tratos.

A resistência dos cativos contra a escravidão somada a uma pressão da Inglaterra pelo fim dessa forma de trabalho levou o império brasileiro a publicar uma série de leis que resultaria na abolição da escravidão.

Após muitas fugas ao Quilombo dos Palmares liderados por Zumbi, em 1888, no dia 13 de maio, foi assinada a LEI ÁUREA pela princesa Isabel, filha de D. Pedro II.   Lei que libertou os escravos

Os escravos nos deixaram alguns instrumentos de percussão como : atabaque, cuíca, agogô, Marimba, ganzá, berimbau e reco-reco.


Nas danças  deixaram o maracatu, samba, baião, capoeira.




CULTOS RELIGIOSOS

O Candomblé,é um culto religioso que é usado até os dias atuais 

No Catolicismo temos a imagem de Nossa Senhora Aparecida como referência, poi foi encontrada pelos pescadores em 1717, no rio Paraíba. Posteriormente recebeu a coroa pela Princesa Isabel e ficou oficialmente aclamada a padroeira do Brasil, onde era adorada pelos escravos após realizar vários milagres.

A nossa culinária também recebeu forte influência da cultura africana. Principalmente a Bahia.
Acarajé, inhame, leite de cocô, sarapatel, buchada, vatapá, cana-de-açúcar, azeite de dendê, manguzá,cocada.




Obras de pintores afro-brasileiros exibidos no museu Afro-Brasil, foram reproduzidas por alunos e exibidas no desfile


Em 20 de novembro é celebrado o dia da consciência negra do Brasil, trazendo a reflexão sobre a inserção do negro e da cultura afro na sociedade brasileira
A data foi escolhida em homenagem a Zumbi dos Palmares, que foi um dos cinco líderes negros que fizeram história e foram representados no desfile. Zumbi, Luiz Gonzada, Martin Luyther King, Mandela e Barack Obama.

E ENCERRANDO O DESFILE O CRAS BRINDOU O PÚBLICO COM BELÍSSIMAS APRESENTAÇÕES.






Diretor da Ronaldo Lins, Secretária Shirley Feitosa, e a Coordenadora do CRAS

A Secretária Ilka Paloma se mostrou encantada pelo lindo desfile realizado pela Escola Chefe Leandro, onde os docentes junto aos estudantes trouxeram vários trabalhos do conjunto de manifestações culturais do Brasil que sofreram algum grau de influencia  da cultura africana,e parabenizou a toda equipe envolvida no projeto desse espetacular desfile.
A Secretária Ilka Paloma, Primeira Dama Eva Casé, Diretor Ronaldo Lins e alguns professores da Escola Chefe Leandro, felizes pelo sucesso do desfile.

Com informações: Direção da Escola/SEDUC

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Escola Municipal Padre José de Anchieta realiza Show Cívico em alusão aos 193 anos de Independência do Brasil


Aconteceu na tarde de quinta-feira (03) no palco da casa de shows de Mateus Vieira um evento  em comemoração dos 193 anos de Independência do Brasil. A Escola Municipal Padre José de Anchieta apresentou um Show Cívico intitulado “Nordeste de canto a canto” fazendo alusão aos Estados do Nordeste e suas riquezas culturais, destacando a maestria dos poetas Jessier Quirino e Ariano Suassuna, proporcionando aos presentes uma viagem cultural de canto a canto dessa região rica e sedutora.

A solenidade foi iniciada com a execução  dos hinos, nacional, estadual e municipal


E contou com as presenças da Secretária de Educação, Primeira Dama Eva Casé, Secretários José Pereira Coelho e João Batista, Diretora de Cultura Anália Arruda, equipe da SEDUC,  Conselho Tutelar, e grande público.

Prosseguindo, a Diretora Pricila de Assis Lima, assistida pela vice Adilma Moscoso, fez a apresentação do Show cumprindo o roteiro a seguir:
Alunos Paulo e Wanderline recitaram um cordel de abertura, de autoria de Marcelo Assis e Maria Valdigreice
Estado de Alagoas - Dança do Coco pela turma do segundo ano
A aluna Wemilly 8º ano recitou o poema "Conversa de Manicure"de Jessier Quirino

Estado da Bahia - Canto da Sereia, Jardim I e II . Valéria do 6º ano recitou o poema "A mulher e o rei" de Ariano Suassuna
Estado do Ceará - Peneirado do xerém 6º ao 9º anos.  Michele 6º ano recitou o poema "Aqui morava um rei, de Ariano Suassuna.
Estado do Maranhão -  Boi Bumbá, turma do 1º ano. Rosângela 6º ano recitou o poema "O mundo do Sertão de Ariano Suassuna.
Estado da Paraíba - Quadrilha turma do 5º ano. Beatriz 6º ano recitou o poema "Netuno" de Ariano Suassuna.
Estado de Pernambuco - Frevo, alunos dos  5º, 6º, 7º e 8º anos. Mariana 6 ano recitou o poema "Lua de tapioca" de Jessier Quirino.
Estado do Piauí -  Dança da Marujada alunos do 4º ano. Mayara do 7° ano recitou o poema "Voltando para o nordeste"  de Jessier Quirino.
Estado de Sergipe - Forró Pé de Serra alunos do 3º ano. 
Estado do Rio Grande do Norte - Embolada com Paulo e Vinícius 7º e 5° anos. Janaína 6 ano recitou o poema "O amor e a morte" de Ariano Suassuna



O Auto da Compadecida - Peça de Ariano Suassuna, encenada pelos alunos dos 6º, 7º e 8º anos.
Secretária Ilka Paloma,  Diretora Pricila e parte dos 42 funcionários que compõe as equipes gestora, pedagógica e administrativa da Escola Municipal Pe. José de Anchieta.
A Secretária Ilka Paloma destacou em sua fala: A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia politica, e nesse 03 de setembro foi a vez da Escola Municipal Padre José de Anchieta, através da sua comunidade escolar reverenciar a nossa Pátria com muita competência e brilhantismo. Uma tarde marcada por muito envolvimento, carinho, compromisso e comprometimento vindo de todos... Nossos agradecimentos a todos que compõem esta grande Instituição de Ensino.

Quadra coberta está sendo construída em frente a escola

A Secretária adiantou que a reunião cívica do  próximo ano será realizada na quadra de esportes que está sendo construída em frente à escola, e citou vários avanços significativos implantados na educação, e em particular naquela comunidade, como o prédio da escola, o ar condicionado  para  as turmas do infantil, dois ônibus escolares, a nucleação escolar, o mais educação, a educação inclusiva, o atendimento domiciliar,  o fornecimento da merenda adquirida na própria comunidade, e o terceiro lugar no ranking de ensino aprendizagem. 


Com informações da Direção da Escola e da SEDUC.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Desfile Show da Escola Municipal Pedro de Lira Borges em homenagem aos 193 anos de Independência do Brasil.



Aconteceu na tarde da terça-feira (02) em Vila do Socorro, o segundo desfile em alusão aos 193 anos de Independência do nosso país. A Escola Municipal Pedro de Lira Borges, apresentou um desfile com o tema:   “Uma viagem pelos contextos literários”  proporcionou ao grande público presente, uma verdadeira aula de literatura e um grande espetáculo de interpretação, onde os alunos se transformaram em atores representando  escritores renomados,  e encenando suas inesquecíveis histórias que a todos encantaram.
O CRAS também trouxe valiosa contribuição ao desfile, com apresentações de dança do grupo da melhor idade e do grupo de capoeira da comunidade.

Confira as imagens:

Comissão de frente da Escola Pedro de Lira Borges
Banda da eletiva de música do Ginásio Experimental
CRAS  de Vila do Socorro presença marcante no desfile
Grupo de capoeira do CRAS de Vila do Socorro
Abre alas do reino encantado da literatura


Alunos da Educação Infantil e do 6º ano fizeram uma homenagem a Monteiro Lobato apresentado a encantadora "Emília a boneca gente"



As princesas, os príncipes, as belezas do mundo encantado, saíram dos livros dos contos infantis e desfilaram nas ruas da Vila. Branca de Neve,  A Bela, Cinderela, Fada Sininho, A Princesa e o Sapo, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel, as princesas Frozen e Sophia.


Personagens da "Terra do nunca", do mundo imaginário se apresentaram com suas fadas, Peter Pan,  Sereias, Capitão Gancho, Piratas.


A Turma do Sítio do Pica Pau Amarelo, Dona Benta, Narizinho, Pedrino, tia Nastácia, Visconde de Sabugosa, a Cuca, o Saci Pererê


Brilhante apresentação  de "Morte e Vida Severina" do poeta João Cabral de Melo Neto, espetáculo da vida, que conta em versos,  a garra nordestina numa explosão de sentimentos.  Homenagem aos Severinos, Marias, Zacarias, gente sofrida que vive da agricultura familiar




Nessa ala foram homenageados grandes escritores como Machado de Assis, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, Mário de Andrade, Graciliano Ramos, Maurício de Souza, Manoel Bandeira, Guimarães Rosa, Cecília Meireles, José Lins do Rego, Rubem Fonseca, Nelson Rubens, Luís Fernando Veríssimo.


Uma pequena encenação da peça "O Auto da Compadecida" do grande escritor paraibano Ariano Suassuna, se transformou em mais uma  das grande atração do fantástico desfile.




Alunos do quarto ano fizeram uma homenagem aos cordelistas nordestino, que tem  o dom de  transformar em poesia os fatos do cotidiano, acrescentando o humor a qualquer tipo de história.


E concluindo o roteiro do majestoso desfile alguns alunos recitaram um cordel, feito pela professora Veriniana Maria da Silva, a partir das informações de Dona Josefa, especialmente para homenagear Vila do Socorro, falando da origem, do nome e das pessoas que construíram a história dessa comunidade.


Dona Josefa a historiadora local
A Diretora Maria José Ferreira de Lima Peixe enriqueceu o desfile com sua brilhante apresentação
Professores e funcionários desfilaram com a bandeira da escola
A Secretária de Educação acompanhada da Primeira Dama Eva Casé, dos Secretários José Janailson e João Batista, do Vereador Gilson Carlos, Vice Prefeito Ivanildo Mestre, e alguns Vereadores
A banda do Ginásio Experimental Municipal Severino Pereira da Silva, encerrou o desfile
Equipe da SEDUC  e a Direção da Escola, felizes pelo sucesso do evento
Ao final do desfile a Secretária Ilka Paloma externou o sentimento da equipe: "Ao término do segundo dia das comemorações alusivas aos 193 anos da Independência do nosso país. Literatura pulsando em meio ao público, onde as principais ruas da comunidade de Vila do Socorro foram palco de um lindo desfile cívico que contagiou o público presente. A Escola Municipal Pedro de Lira Borges através de seu corpo docente e discente deram um verdadeiro Show de aprendizagem e encantamento".


Com informações da Direção da Escola Municipal Pedro de Lira Borges